Paris vai emprestar espaços públicos para cidadãos plantarem

Paris vai emprestar espaços públicos para cidadãos plantarem pois tem a ousada meta de aumentar em 1 milhão de metros quadrados a quantidade de áreas verdes na cidade até o ano de 2020.

E, para cumprir o compromisso, está contando com a ajuda da população: de telhados e canteiros a postes, o governo está oferecendo os espaços públicos aos cidadãos que gostam de jardinagem.

A ideia é que eles liberem a criatividade e plantem pela cidade espécies nativas – sejam elas para comer ou, apenas, enfeitar e esverdear a capital francesa.

Os interessados se inscrevem na prefeitura e firmam acordo em que ganham os direitos do espaço por três anos, com possibilidade de renovação. As únicas regras são não usar pesticidas, plantar apenas espécies locais e garantir a conservação do espaço.

Espaços públicos para cidadãos plantarem – Kit de plantio

Como incentivo, os “jardineiros urbanos” ainda ganham um kit de plantio da prefeitura, com um punhado de terra, adubo e sementes, entre outras ferramentas. Já pensou uma iniciativa dessas nas capitais brasileiras?

Atualmente no Brasil, até mesmo em grandes capitais, existem inúmeros terrenos onde os cidadãos poderiam plantar se houvesse mais incentivo como este. Sem contar os terrenos vazios que servem para proliferação de mosquitos (como o Aedes Aegypti transmissor da Dengue, Zika vírus, chikungunya e febre amarela) poderiam ser mais facilmente controladas em terrenos hoje vazios.

Foto: Christophe Noël et Jean-Pierre Viguié/Mairie de Paris

Fonte: The Greenest Post